Conecte-se conosco

Educação

Cheia histórica causa estragos em quase todas as escolas da rede municipal de ensino em Porto Alegre

Publicado em

em

Cheia histórica causa estragos em quase todas as escolas da rede municipal de ensino em Porto Alegre

A cheia histórica que atinge Porto Alegre causou grandes estragos nas escolas da rede municipal de ensino. Quase todas as 99 unidades próprias e as 219 parceirizadas registram danos.

Ao todo, 14 escolas próprias e 12 parceirizadas estão total ou parcialmente alagadas, com registros de grande perda de infraestrutura, e outras 11 próprias e 53 conveniadas apresentam destelhamentos parciais e infiltrações, entre outros problemas. As aulas na rede municipal foram suspensas pelo menos até esta sexta-feira (10).

“Estamos em contato diariamente com as direções, e novas definições serão divulgadas nos próximos dias”, disse o secretário de Educação da Capital, José Paulo da Rosa. Quatro escolas próprias de ensino fundamental estão atuando como abrigo emergencial para moradores de áreas atingidas: Aramy Silva, Elyseu Paglioli, Jean Piaget e Grande Oriente do Rio Grande do Sul. Outras dezenas de unidades escolares atuam no apoio às suas comunidades.

Nas escolas municipais, além do acolhimento e alimentação, é disponibilizado aos atingidos apoio de uma equipe de mais de 50 psicólogos e assistentes sociais da Associação Brasileira de Educação, Saúde e Assistência, parceirizada da prefeitura, responsável pelo programa Incluir + POA.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *