Conecte-se conosco

Geral

Fiscalização interdita tanques e bombas de óleo diesel em postos de quatro cidades gaúchas, inclusive Porto Alegre

Publicado em

em

Durante operação do Ministério Público gaúcho para combate à adulteração de combustíveis, a Promotoria Especializada de Defesa do Consumidor interditou nesta semana o tanque e a bomba de óleo diesel B S-500 comum de um posto de São Lourenço do Sul. A mesma medida foi adotada contra estabelecimentos do ramo em Porto Alegre, Canoas e Santa Cruz do Sul.

Nos três casos a análise realizada por engenheiro químico apontou características em desacordo com as especificações legais previstas para o produto. Além da instalação de lacre nos equipamentos, a Justiça acolheu o pedido de apreensão de notas fiscais e coleta de amostras para eventual contraprova.

No caso de São Lourenço do Sul, a interdição foi determinada nessa quarta-feira (20) após decisão liminar no âmbito de uma ação cautelar proposta pelos promotores Cristiana Müller Chatkin, da própria cidade. O alvo foi um estabelecimento na área central.

Já em Porto Alegre e Canoas, as ofensivas foram realizadas na terça-feira (19). O primeiro estabelecimento está localizado na Avenida do Forte, Vila Ipiranga (Zona Norte), ao passo que o segundo fica no bairro Estância Velha, em Canoas. Ambas resultaram do trabalho do promotor Alcindo Luz Bastos da Silva Filho, da capital gaúcha.

O posto de Santa Cruz do Sul, por sua vez, funciona no bairro Arroio Grande. A iniciativa foi coordenada pelo promotor local Érico Fernando Barin e a análise técnica do diesel coube ao Laboratório de Química da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

FONTE: O SUL

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *