Conecte-se conosco

Geral

Grupamento Ambiental faz fiscalização para coibir pássaros silvestres em cativeiro

Publicado em

em

Créditos: Rodrigo Machado

O Grupamento de Defesa Ambiental (GDA) Ipson Pavani, da Guarda Civil Municipal (GCM) atua na fiscalização para coibir a prática de manter pássaros silvestres em cativeiro. Na sexta-feira, 17 de novembro, uma gaiola com um canário da terra foi recolhida de uma árvore, na rua Alfredo Kruse, bairro Feitoria.

Junto à gaiola havia um alçapão para captura de outras aves. O pássaro foi solto no Parque Imperatriz Leopoldina e a gaiola e alçapão destruídos. 

Na semana passada, junto com uma equipe de fiscalização da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semmam), foram apreendidos sete pássaros silvestres mantidos em cativeiros nos bairros Feitoria e Campestre. Entre as espécies identificadas estavam cinco canários da terra, dois azulões e um coleirinho. As aves também foram soltas no parque e as gaiolas destruídas. Nos dois casos, os responsáveis não foram identificados.

De acordo com o artigo 29 da Lei 9.605/98, de crimes ambientais, quem apanha espécies nativas ou as mantém em cativeiro está cometendo crime. A pena para este tipo de contravenção pode ser detenção de seis meses a um ano, e multa. Os agentes do GDA destacam que criar animais silvestres pode ocasionar a perda da qualidade de vida e bem-estar dos animais, que muitas vezes já estão em quantidade menor na natureza ou até mesmo em processo de extinção. 

[Texto e fotos: Rodrigo Machado |Jornalista – MTb 14.433 |Scom/PMSL]

Fonte: Prefeitura de São Leopoldo

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *