Conecte-se conosco

Brasil

Mais de meio milhão de inscritos vão fazer o “Enem dos Concursos” de graça

Publicado em

em

O Concurso Público Nacional Unificado recebeu 662.018 pedidos de isenção da taxa de inscrição e, destes, 517.468 foram aceitos.

Mais de 500 mil inscritos farão as provas do “Enem dos concursos” de forma gratuita. As informações são do governo federal.

O Concurso Público Nacional Unificado (CPNU) recebeu 662.018 pedidos de isenção da taxa de inscrição e, destes, 517.468 já foram aceitos, informou o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos nesta segunda-feira (29).

O prazo para pedir a isenção da taxa de inscrição terminou na sexta (26). Têm direito ao benefício inscritos no CadÚnico ou membros de família de baixa renda, doadores de medula óssea e bolsistas do Prouni ou Fies.

Agora, os candidatos podem conferir se os seus pedidos foram aceitos ou não no site oficial de inscrição. É necessário fazer login com a conta gov.br.

As outras 144.555 pessoas que tiveram o pedido inicial negado têm até esta terça-feira (30) para recorrer. Todo o processo é pela internet, e a análise do recurso será feita até o dia 5 de fevereiro, com publicação do resultado final no dia 6.

A partir disso, quem teve o recurso negado definitivamente terá até o dia 9 de fevereiro para fazer o pagamento da inscrição. A taxa é de R$ 60 para vagas de nível médio e de R$ 90 para ensino superior.

No CPNU, os candidatos poderão concorrer a quantas vagas quiserem, desde que elas estejam dentro de uma mesma área de atuação.

Ao todo, são 6.640 oportunidades em 21 órgãos do governo federal, com remuneração inicial de até R$ 22,9 mil. As inscrições começaram no último dia 19 e vão até o dia 9 de fevereiro. Já a prova será em maio em 220 cidades brasileiras. A banca responsável é a Fundação Cesgranrio.

Do total de vagas, 5% serão reservadas para pessoas com deficiência (PCDs) e 20% para pessoas negras. Nos cargos da Funai, 30% das oportunidades serão destinadas para indígenas.

FONTE: O SUL

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *