Conecte-se conosco

Saúde

Porto Alegre terá no ano que vem mais duas unidades de pronto atendimento, abertas 24 horas por dia

Publicado em

em

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Porto Alegre prepara para o ano que vem a inauguração de duas novas unidades de pronto atendimento (UPA), abertas 24 horas por dia. Conforme a prefeitura, a ampliação será possível graças a obras em postos dos bairros Lomba do Pinheiro e Bom Jesus, ambos na Zona Leste da cidade.

Essa reclassificação também permitirá aos estabelecimentos receberem repasses mensais do Ministério da Saúde, em apoio à rede de atenção a demandas de urgência e emergência do setor. Atualmente, a capital gaúcha conta com apenas uma UPA em tempo integral, na Zona Norte.

A unidade da Lomba do Pinheiro tem 30% de sua ampliação concluída, com investimento superior a R$ 8,3 milhões. Já a da Bom Jesus conta com aporte de mais de R$ 6 milhões. Serão 12 médicos permanentes nas 24 horas de atendimento: quatro pediatras, seis clínicos gerais e dois médicos rotineiros, somando-se às equipes de técnicos e enfermeiros.

Dentre os espaços das unidades estão a ampliação de pavimentos, dos postos de atendimento na recepção e das áreas de espera e aumento nas áreas destinadas a procedimentos, medicamentos, leitos e consultórios. Ambulâncias do Samu também atenderão os locais, trabalhando de forma integrada com a base, que fica no bairro Partenon.

Os novos serviços, geridos pela Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina, foram projetados pela prefeitura nos moldes do padrão do governo federal. Além disso, estão em conformidade com a legislação que rege os estabelecimentos de assistência à saúde.

Características

Uma UPA funciona 24 horas por dia, sete dias por semana, e podem atender grande parte das urgências e emergências.

Prestam atendimento aos pacientes acometidos por quadros agudos e o primeiro atendimento aos casos de natureza cirúrgica e de trauma, estabilizando os pacientes e realizando a investigação diagnóstica inicial, de modo a definir a conduta necessária para cada caso, bem como garantir o referenciamento dos pacientes que necessitarem de atendimento.

Exemplos de quando procurar o serviço: febre acima de 39ºC, suspeita de fratura, corte com pouco sangramento, infarto, derrame, queda com torsão e dor intensa ou suspeita de fratura, cólica renal, falta de ar intensa, crise convulsiva, dores fortes no peito e vômito constante.

Com a palavra…

O titular da SMS, Fernando Ritter, visitou nesta semana com o adjunto Cesar Sulzbach as obras em andamento e integrantes da equipe da coordenação municipal de urgências, representantes do conselho gestor e gerentes dos Pronto Atendimentos.

“Com a habilitação pelo Ministério da Saúde e consecutivos recursos da União será possível melhor atender as necessidades”, ressaltou Ritter. “Há uma grande demanda, sobretudo da população de outros municípios que é atendida em nossos prontos atendimentos. A superlotação é uma realidade em todo sistema público e a nossa rede acaba, com frequência, sobrecarregada e operando acima da capacidade.”

FONTE: O SUL

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *