Conecte-se conosco

Geral

Em um só dia, Porto Alegre registra três prisões em flagrante por furto de fios e cabos

Publicado em

em

Todos os casos tiveram como local o bairro Floresta, na Zona Norte.

A Guarda Municipal de Porto Alegre efetuou nessa quinta-feira (4) as primeiras três prisões de 2024 no âmbito do furto de fios e cabos de cobre. Foram dois flagrantes durante a madrugada e outro à tarde, ambos no bairro Floresta (Zona Norte), dando continuidade a uma ofensiva deflagrada em 2022 contra a modalidade, responsável por uma série de prejuízos aos cofres públicos e transtornos à população.

No primeiro caso, um homem de 21 e outro de 28 foram abordados ao queimar na rua 6 quilos de material, retirado de um poste da rede telefônica na rua Fragata. Já o terceiro indivíduo tem 35 anos e havia retirado 5 quilos de fiação.

Esse último realizava o mesmo procedimento, que serve para separar as demais partes (plásticos, borracha etc.) e assim obter maior valor pelo metal no mercado clandestino. Em boa parte desse tipo de ataque ao patrimônio público ou particular, o objetivo é obter dinheiro para compra de drogas.

Ofensiva entra em seu terceiro ano

Esse tipo de problema passou a se tornar mais frequente nos últimos anos. Motivo: a valorização do cobre no mercado informal. Diante da tal cenário, em 2022 a prefeitura criou a operação “Ferros-Velhos” e, no ano passado, a “Sinal Vermelho”, focada nos furtos de material de sinaleiras de trânsito.

Somente em 2023, as duas ofensivas foram responsáveis por 45 prisões. A estatística também abrange a captura de seis foragidos. Um dos pontos mais visados pelas forças-tarefa são os estabelecimentos que atuam na receptação de material (muitos funcionando inclusive durante as madrugadas).

Qualquer cidadão pode auxiliar no combate a esse tipo de crime, informando situações suspeitas à Guarda Municipal por meio do número 153 ou pelo aplicativo “156+POA” (opção “Segurança”). A central telefônica funciona 24 horas e recebe ligações anônimas, garantindo assim o sigilo do denunciante.

Apreensões recordes em 2023

Considerada um dos grandes desafios da prefeitura de Porto Alegre no setor de segurança pública e patrimonial, a  erradicação dos furtos de fios e cabos ainda está longe de se concretizar. Mas o combate a esse tipo de crime avança na capital gaúcha, com direito a recorde histórico: 1,1 tonelada de material recuperado ao longo do ano passado.

A estatística é da Secretaria Municipal de Segurança (SMSeg) e abrange todo o período de 1º de janeiro a 31 de dezembro. Os dois maiores volumes de apreensões foram registrados nos dias 18 de abril e 29 de dezembro, com 500 e 448 quilos, respectivamente.

FONTE: O SUL

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *